31 de dezembro de 2012

Nota para 2013


"Os poetas que não sabem se defender têm que abandonar a poesia. E mesmo os que se defendem mas são fracos acabam fracassando. A violência é nossa resposta. Para ser poeta é preciso aprender a matar. Tu me ouves, Ana? Eu digo que a poesia é um lento mas contínuo aprendizado no assassínio."
(Ana em Veneza, João Silvério Trevisan)