21 de agosto de 2007

Um instante para respirar

Respirando. Estou trabalhando freneticamente num novo projeto com João Nunes. Mais uma peça. Os dois últimos dias foram em função desse trabalho. Não sei que dia é hoje. Nem se tinha algum compromisso. Não levantei do computador e estou me matando com dois ou três personagens que, não sei ainda o motivo, me pegaram pelo pescoço.

E tem ainda outro projeto que está saindo muito aos poucos. Um curta. Interessante trabalhar com essas linguagens tão diferentes do livro de contos que estou (ufa!) finalizando.

Menos mal que consegui entregar todos os editais que estavam pendentes. Agora é esperar os resultados. Ao menos posso me dedicar a todos esses projetos aí em cima. E mais alguns outros. No plural mesmo. Preciso me manter na ativa. E, claro, preciso de dinheiro, mas essa é outra questão.

Ou seja, o trabalho me espera.

E lá se vai meu instante para respirar.